Financie Sonhos
fazendo rosca

Pequenos cozinheiros e estilistas

Sabores e cores marcaram presença nas atividades

Como o tempo passa rápido e o calendário de julho mostra que as férias no Corassol estão quase no fim. É o momento de aproveitar cada minuto para brincar. E hoje, 19 de julho, os nossos chefes de cozinha mais uma vez apareceram. Com uma mistura de alegria e entusiasmo o aprender ficou ainda mais divertido. Vamos ver de perto como foi essa aventura!

A animação por fazer algo novo tomou conta do lugar. Os olhos atentos estavam em cada movimento e detalhe. Todos seguiram as orientações para fazer uma receita deliciosa, a clássica rosca. Durante o processo, quando as perguntas apareciam, era possível ver a vontade de descobrir novas respostas, como, por exemplo, a diferença entre fermento químico e pó royal. Ou, ainda, como pode o perfume da essência de baunilha invadir os narizinhos e o ambiente, e não ter sabor? “Eu já experimentei em casa e não senti gosto de nada” como contou um amiguinho. O aprendizado está sendo levado para casa, para praticar a confecção das roscas com a família.

 

A arte da culinária proporciona testar e experimentar novos sabores, reunir e aproximar pessoas em convívio alegre e festivo, e, para as nossas crianças: despertar a curiosidade dos pais e familiares, que querem provar as gostosuras que fazem.

As crianças, contentes com a participação das orientadoras Cláudia Helena de Souza (responsável pelas oficinas de culinária), Josiane Borrasqui, Bruna Domingos, Jéssica Marques e do colaborador Luciano Quaglio, curtiram felicidade, maior ainda quando chegou a hora de experimentar o fruto do seu trabalho.

tem criança na cozinha

 

Arco-Íris nas roupas

Vermelho, azul, verde, laranja formaram uma festa de cores na confecção de coletes. A moda ficou ainda mais animada com as tintas usadas e compartilhadas para escrever as letras que formam a palavra Corassol e o desenho do coração. Cada vez mais próximos uns dos outros, eles entenderam que, juntos, o caminho se torna mais prazeroso e novas histórias podem ser vivenciadas com respeito.
E ao final, um único sentimento invadiu as crianças: a gratidão. Aquele muito obrigado pela diversão e pelo envolvimento de todos os orientadores.

 

>>Veja Galeria de Fotos<<

Nenhum comentário

Deixe seu comentário